quinta-feira, 20 de março de 2014

Resenha: O Retorno do Rei


 
Esta resenha diz respeito à obra escolhida para o Desafio Literário de Janeiro, desculpem pelo atraso!

Autor: J. R. R. Tolkien
Editora: Martins Fontes
Ano: 2009
páginas:464
 

Finalmente, depois de muito negligenciar e 'retornar' a ler O Senhor dos Anéis, eis então que decido lê-lo e terminar essa trilogia.
Não que eu não goste da trilogia, muito pelo contrário, mas quem passou pel'As Duas Torres, já deve ter um certo receio de que as coisas sejam 'um tanto' paradas. Mas felizmente não é o que acontece. O segundo parece ser um 'prepara o terreno' para os grandes acontecimentos que viriam a acontecer. 
O Senhor dos Anéis é como um rio. Calmo na sua nascente, ligeiro em seu regato e suas águas vão aos poucos transcorrendo mais e mais depressa conforme vamos navegando. N'As Duas Torres, porém, as águas são mais turbulentas, que culminam numa grande cachoeira em O Retorno do Rei. E essa impressão fica na leitura, que parece fluir mais. Uma leitura mais rápida e uma acessibilidade maior.

Quem não leu o volume dois ou mesmo o primeiro, atenção: podem haver spoilers.

O volume anterior retrata a queda de Saruman, o envolvimento dos Ents, os membros subsequentes da Sociedade do Anel ao encalço de Frodo e Sam, o aparecimento de Gollum e como ele se torna uma peça fundamental do avanço destes, e ainda há o 'desaparecimento' de Gandalf. E a história não para por aí... 
No terceiro volume, temos a aliança do Mago Branco com o Rei Theóden, a marcha do Exército de Sauron, a marcha da 'Sociedade do Anel' através dos Portões e Sendas dos Mortos. A árdua caminhada de Frodo e Sam pela Montanha da Perdição é penosa e o momento decisivo e que todos esperávamos, é um tanto rápido.
O porém do livro fica nos momentos após ao ‘desfecho’, que é deveras prolixo; poderia ter sido mais rápido e menos detalhista, é a impressão que fica. Mas a verdade é que, se não fosse detalhista, não seria J. R. Tolkien. 
Vale muito a pena a ler. E depois que termina, prepare-se, porque dá uma saudade da Terra Média...

Um comentário:

Priscilla Fernandes disse...

Até hoje não tive coragem de ler a trilogia.
Minha mãe diz que é muito bom, e que eu deveria ler, mas não sei se estou tão preparada para Tolkien...